Brasileiros estão viajando mais de avião

ministério do Turismo

Em tempos de crise econômica surpreendemtemente um setor vem crescendo nos últimos anos no Brasil. O ministério do Turismo divulgou na última semana uma pesquisa que afirma que brasileiros têm viajado mais de avião.

Segundo o boletim mensal do ministério, bilhetes áereos são os preferidos dos brasileiros na hora de planejar a viagem. Em abril deste ano mais de 64% dos viajantes que tinham interesse de viajar afirmaram que pretendiam fazer ao menos uma viagem de avião até outubro deste ano.

Esse porcentual é um dos melhores na história da Sondagem do Consumidor, levantamento mensal do Ministério do Turismo que mede a intenção dos brasileiros de viajar dentro ou fora do país. Só perde para junho de 2014 quando esse indice chegou a 66%. A pesquisa foi realizada com 2 mil famílias de sete capitais brasileiras.

Conforme o Ministério, as viagens de avião tiveram o melhor abril dos últimos 10 anos. No ano passado, os aeroportos brasileiros registraram 94,6 milhões de desembarques domésticos, novo recorde histórico, frente aos 88,9 milhões verificados em 2013. O Ministério do Turismo usou como base os dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e da Agência de Nacional de Aviação Civil (Anac).

Para o Diretor do departamento de Estudo e Pesquisa do Ministério do Turismo, José Francisco Salles Lopes, os preços mais competitivos deram novo impulso ao mercado aéreo nos últimos anos.

A pesquisa também apontou que o crescimento da oferta e disponibilidade de voos e assentos. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Abear, as quatro empresas aéreas brasileiras associadas aumentaram a frota de aviões de 450 para 526 entre 2012 e 2013, com uma projeção de chegar a 976 aeronaves em 2020.

Outra relatório divulgado pelo Fórum econômico Mundial, o Relario de Competitividade em Viagens e Turismo 2015 que foi divulgado no inicio de maio, o Brasil avançou 45 posições no quesito Competitividade de Preço, saltando da 126ª para a 81ª colocação entre 140 países analisados.

ministério do Turismo

Au Pair, uma alternativa para quem quer fazer intercâmbio

Au PairNão há nada melhor do que viajar e tirar um tempo para aprender sobre a cultura e a língua de um lugar diferente. Uma alternativa para quem adora viajar e aprender é o programa Au Pair. O Au Pair é voltado principalmente para mulheres e homens jovens que gostam e possuem experiência no cuidado com crianças.

O programa, além de ser uma alternativa mais barata, pode ajudar aquelas que procuram fazer uma imersão total na cultura do local. O Au Pair também é uma grande reponsabilidade, já que o participante do programa terá de cuidar dos filhos da família que o hospeda. Muitas vezes o intercambista terá responsabilidades com 2 ou até mais crianças. No entanto, a vantagem é que a família ajuda com alguns custos como o curso de inglês, a hospedagem e alimentação.

Há diversos requisitos para participar do programa que envolvem desde idade, dos 18 até os 26 anos, até ter carteira de habilitação. Tudo isso depende da agência na qual o intercambista se inscreveu. Pela Cultural Care, por exemplo, o candidato ao programa tem que ter ensino superior e autorização médica para participar. Já na CI programa é realizado para moças com até 28 anos e com nivel intermediário de inglês.

Dileã Lopes, empresária de 28 anos, participou do programa em 2013. Lopes conta que foi uma das experiências mais marcantes que já teve. A empresária conseguiu encontrar a família que a hospedaria pelo site au pair word que é uma alternativa para quem não quer lidar com as taxas e as demandas das agências. A moça demorou 6 meses para encontrar a família e após uma entrevista por Skype ela fez as malas e embarcou para Birmingham, na Inglaterra.

“Vá por uma agencia se você não estiver muito segura em ir sozinha apenas falando com a familia por skype. Pode ser mais caro, mas é mais seguro” aconselha. “Essa é uma experiência maravilhosa. Além de conhecer outra cultura, você aprende a valorizar as coisas do seu próprio país” comenta. O investimento com o programa sai por cerca de 12 mil reais.

Au Pair